Fatores de risco para desenvolver hipertensão arterial

Fatores de risco para desenvolver hipertensão arterial
A pressão arterial elevada tem muitos fatores de risco, alguns podem ser corrigidos, o que poderá evitar ou mesmo retardar o aparecimento da doença e suas conseqüências. 

São considerados fatores de risco para desenvolver hipertensão arterial:

Idade. - O risco de desenvolver hipertensão arterial aumenta com a idade. Acima dos 45 anos de idade a hipertensão se torna mais freqüente, especialmente nos homens. As mulheres são mais propensas a desenvolver pressão alta depois de 65 anos.
Raça-. A pressão arterial elevada é particularmente comum entre os negros, se desenvolvendo mais cedo do que em brancos. Complicações graves, como acidente vascular cerebral, ataque cardíaco e insuficiência renal, também são mais comuns em negros.
História familiar. - A pressão arterial elevada tende se manifestar em vários membros da mesma família.
Estar com sobre peso ou obeso. - Quanto maior o peso maior o volume de sangue circulante para oxigenar e nutrientes os tecidos, à medida que o volume de sangue circulante aumenta a pressão nas paredes das artérias se torna maior podendo resultar em hipertensão.
Sedentarismo. - As pessoas inativas fisicamente costumam ter uma freqüência cardíaca mais elevada por menor efetividade do sistema metabólico, o coração trabalha em regime forçado havendo maior contração nas paredes das artérias. A falta de atividade física também está relacionada ao sobre peso.
Tabagismo. - Fumar levanta a pressão arterial temporariamente e os produtos químicos contidos no tabaco podem danificar o revestimento das paredes das artérias, levando ao estreitamento e ao aumentando da pressão arterial. É possível que o fumo passivo também aumente a pressão arterial.
O excesso de sal na dieta. - Muito sódio na dieta pode induzir o corpo a reter líquidos, o que aumenta a pressão arterial.
Pouco potássio em sua dieta. - O potássio ajuda a equilibrar a quantidade de sódio nas células.
Deficit de vitamina D. - A falta de vitamina D pode afetar o metabolismo, embora não seja certa que a redução da vitamina D na dieta resulte em elevação a pressão arterial.
    Ingestão de bebidas alcoólicas. - Por efeito na parede das artérias beber mais de dois drinques por dia para homens e mais de uma bebida por dia para as mulheres pode afetar a pressão arterial.
    Estresse. - Os níveis elevados de estresse podem conduzir a um aumento temporário da pressão arterial e enrijecimento precoce das paredes das artérias.
    Doenças crônicas. - Certas doenças crônicas podem também aumentar o risco de hipertensão arterial, como a doença renal, diabetes e apeia do sono.
    Gravidez. – A elevação da pressão arterial durante a gravidez (eclampsia ou mesmo pré-eclampsia) pode resultar alterações no sistema circulatório resultando em elevação da pressão arterial algum período e por vezes de forma definitiva.

Fonte: Mayo Clinic equipe http://www.mayoclinic.org/appointments

Gostou? Então compartilhe:

Exames Relacionados

Veja os exames relacionados a esta matéria

Holter

Holter

Registro do eletrocardiograma por 24 horas consecutivas. A Cardiométodo possibilita agendamento rápido e agilidade no resultado

Veja mais
MAPA

MAPA

Exame destinado a registrar diversas medidas predeterminadas da pressão arterial durante 24 horas.

Veja mais

POSTAGENS RELACIONADAS

Veja mais novidades sobre este assunto

Para sair do sedentarismo

Para sair do sedentarismo

Apenas três em cada 10 americanos adultos são ativos o suficiente para se manter saudável e em forma, e quase quatro em cada 10 admitem que são sede...

Leia mais
A Dança como exercício

A Dança como exercício

Se você não gosta de correr no parque ou de ficar batendo uma bola de tênis na quadra, quem sabe deslizar com seus sapatos em um salão de dança?Os ...

Leia mais
Fatos sobre Mulheres e a doença cardíaca

Fatos sobre Mulheres e a doença cardíaca

A doença cardíaca é a principal causa de morte entre as mulheres nos Estados Unidos, respondendo por uma em cada quatro mortes .Embora a doença de c...

Leia mais