Praticas esportiva e ingestão de bebidas alcoólica

Praticas esportiva e ingestão de bebidas alcoólica
O álcool é regularmente consumido por uma grande parte da população do mundo. Além de ser uma fonte significativa de calorias, cerca de 7 kcal/ grama, o etanol têm implicações no desempenho atlético. Há razões para acreditar que a ingestão aguda de álcool pode prejudicar o desempenho do exercício por causar efeitos sobre metabolismo, sistema cardiovascular e na função de termorregulação. 

Pós a ingestão de bebidas alcoólicas a execução de tarefas mais elaboradas pode ficar prejudicada, há um comprometimento dos reflexos, do controle motor fino, dos níveis de atenção e julgamento. Todos esses elementos são componentes importantes do desempenho esportivo. 

Há interferência do álcool na força e na potência muscular, comprometimento do equilíbrio e na velocidade do atleta. O consumo de álcool está diretamente relacionado com altas taxas de lesões em eventos esportivos.

Estudos apontam que após ingestão de quantidades maiores de álcool ocorrem distúrbios da função cardiovascular, incluindo aumento da freqüência cardíaca, diminuição do desempenho do ventrículo esquerdo e aumento da pressão arterial. Ocorrem também mudanças desfavoráveis nos principais determinantes da viscosidade do sangue. Todos estes fatores podem elevar o risco de eventos cardiovasculares agudos.

Apesar do potencial de efeitos negativos sobre o desempenho e saúde, há ampla evidência de que o álcool aparece com destaque nos estilos de vida de muitos atletas de todos os níveis de concorrência.

Da mesma forma que entre os atletas, na população em geral também são observados os efeitos da associação de álcool com exercícios físicos. Há um número expressivo de homens que referem sintomas durante o jogo de futebol, esporte este que tradicionalmente que é acompanhado alimentação farta e ingestão de bebidas alcoólicas.

No verão há um risco maior de desidratação, o exercício físico resulta em maior sudorese com perda significativa de líquido e eletrólitos que pode ser agravado com a ingestão de bebidas alcoólicas, devido ao seu efeito diurético.

Para aqueles que costumam praticar esportes de alta intensidade, corredores, ciclistas remadores, etc, é recomendado a não ingerir bebidas alcoólicas nas 24 horas que antecedem a competição ou treino. Após treinos muito prolongados e intensos ou em competições é sugerido manter-se abstêmio por 48 a 72 horas após, para adequada recuperação.

Convém lembrar que beber muito e comer alimentos calóricos vai anular os ganhos para a saúde do exercício.

Nutricionistas da área esportiva informam: "fazer exercício depois de beber álcool pode significar que todo o benefício do esporte foi perdido. O corpo não será capaz de limpar o ácido láctico que for produzido, pois, provavelmente o fígado vai trabalhar mais para se livrar dos subprodutos tóxicos do que do álcool no organismo".

Beber e treinar - a escolha é sua. Treinar e beber - também merece cuidado, não é recomendado até que seja reposta a quantidade de líquidos necessária para compensar as perdas da pratica esportiva.

Fonte:
1.Sports Medicine.March 2005, Volume 35, Issue 3, pp 257-269
2.Susan M. Shirreffs, PhD, and Ronald J. Maughan, PhD= The EffectofAlcoholon Athletic Performance. Current Sports Medicine Reports 2006, 5:192–196 

Gostou? Então compartilhe:

Exames Relacionados

Veja os exames relacionados a esta matéria

Ergometria

Ergometria

São algumas das diferentes formas de chamar o exame de esforço. Na Cardiométodo pode ser realizado tanto na esteira rolante como na bicicleta ergométrica

Veja mais
Teste Cardiopulmonar

Teste Cardiopulmonar

A Cardiométodo disponibiliza este exame tanto em esteira como na bicicleta. É a forma mais completa para avaliação e prescrição do exercício

Veja mais

POSTAGENS RELACIONADAS

Veja mais novidades sobre este assunto

Capacidade Máxima Cardiorrespiratória, Síndrome Metabólica e suas correlações com riscos cardiovasculares

Capacidade Máxima Cardiorrespiratória, Síndrome Metabólica e suas correlações com riscos cardiovasculares

A Síndrome Metabólica é definida como uma soma de manifestações clínicas cuja a causa considerada como responsável é a resistência insulínica,...

Leia mais
Como reduzir o risco de evento cardiovascular ao iniciar uma atividade física

Como reduzir o risco de evento cardiovascular ao iniciar uma atividade física

Algumas atitudes prudentes devem se adotadas para diminuir o risco de eventos cardiovasculares desencadeados pelo esforço, especialmente em indivíduos...

Leia mais
Para o exercício, nada melhor do que ao ar livre

Para o exercício, nada melhor do que ao ar livre

Caminhadas longas podem melhorar o humor e reduzir a ansiedade, mas os benefícios podem ser maiores se as caminhadas acontecerem ao ar livre ao invés ...

Leia mais