Agendamento de exames das 8h às 12h30 e das 13h30 às 18h (51) 3217.4144 ou 99175.7817

Blog

Os bons hábitos dos jogadores profissionais de tênis estão prolongando suas carreiras. O que se pode aprender com eles.

 
Os bons hábitos dos jogadores profissionais de tênis estão prolongando suas carreiras. O que se pode aprender com eles.
Se tornou cada vez mais comum no jogo de tênis profissional encontrar jogadores em seus 30 anos ou mais e competindo em um nível alto.

O tenista profissional está crescendo e os jogadores, como Roger Federer, 35 anos, e a finalista feminina Venus Williams, 37, são ótimos exemplos de como melhores métodos de treinamento, rotinas de treinamento, dieta e exercícios de reabilitação podem prolongar a carreira de um jogador. É um conhecimento que pode ser usado não só por profissionais de ponta, mas também por atletas iniciantes e por guerreiros de fim de semana.

"Estamos vendo os jogadores prolongarem sua capacidade de competir pela maneira como estão cuidando de seus corpos", disse Todd Ellenbecker, vice-presidente de serviços médicos da Associação de Profissionais de Tênis. "Estes são atletas ajustados que trabalham em sua flexibilidade, resistência e força central, componentes que lhes permitem fazer o que fazem".

Este não era o caso até recentemente, quando estar acima dos 30 anos significava que os corpos já não correspondiam e a aposentadoria era iminente, e o sucesso de ganhar uma competição era um sonho improvável. 

Uma chave para essa mudança tem sido um foco maior no trabalho na academia ao invés de sair e bater bolas por horas na quadra.
 
Quando Nicolas Mahut, de 35 anos, se tornou profissional em 2000, poucos jogadores viajavam com um treinador de físico ou um fisioterapeuta que se que se preocupassem especificamente na prevenção de lesões e nos exercícios de fortalecimento, disse ele. Agora, muitos jogadores no top 100 para homens e mulheres contrataram uma equipe de profissionais para ajudá-los na academia.

"Eu trabalho mais fora da quadra do que na quadra", disse Mahut, um dos 26 jogadores masculinos de 30 anos ou mais no sorteio principal do Citi Open. "Às vezes, posso parar durante dez a quinze dias com o jogo de tênis, mas não mais de três dias com as sessões de ginástica. "

Marc Lucero, que treinador de atletas como Shelby Rogers, recomenda ir a academia por 20 a 30 minutos para se aquecer antes de uma partida ou sessão de treino em quadra e trabalhar em exercícios relacionados à mobilidade da coluna e que ativem o glúteo, quadris, flexores do quadril e adutores. Os jogadores também usam bandas elásticas para esticar os ombros.

"Eu acho que no passado, a academia era apenas focada no desempenho", disse ele. "Agora, o ginásio é muito mais do que apenas o desempenho, é manutenção, trabalho preventivo, trabalho corretivo e preocupação com a saúde do atleta no longo prazo".

Se uma academia não estiver disponível, segundo Ellenbecker, que é fisioterapeuta, os alongamentos dinâmicos que elevam a temperatura do corpo, podem se feitos na própria quadra. "Você dever aumentar o fluxo sanguíneo", disse ele. "Corra ao redor do da quadra três a quatro vezes enquanto faz círculos com os braço ou aqueça em uma bicicleta ergométrica.  

Os jogadores também estão cuidando com o que fazem depois de uma sessão pesada na quadra. Depois de vencer a primeira rodada no Citi Open na segunda-feira, a tenista Sara Errani, 30 anos, dirigiu-se a academia  onde seu treinador fez os alongamentos de quadris e das pernas. "Este ano, estou fazendo mais trabalho físico para prevenção de lesões, com muito alongamento", disse Errani.

Os jogadores também estão colocando mais foco na dieta. Lucero disse que é "importante ter equilíbrio, cuidar do que estão comendo". A Tenista Andrea Petkovic, que completa 30 anos em setembro, se sente mais saudável com uma mudança de dieta, optando por evitar açúcar e carne vermelha optando por  comer peixe ou carne magra como frango. Dez anos atrás, eu não tinha idéia de quão importante é a nutrição", disse ela. 

As estrelas da próxima geração estão aprendendo o que funcionou nos últimos anos para os atletas de ponta.

Disse o tenista Dominic Thiem, de 23 anos, classificado como o número 7 no mundo: "Todos fazem alongamento após cada prática, após cada partida. Em geral são sessões pequenas, mas estes cuidados realizados de forma regular, durante 10, 15 anos, fará uma grande diferença no futuro".
Fonte: Kelyn Soong , August 3 https://www.washingtonpost.com/lifestyle/wellness/pro-tennis-players-good-habits-are-prolonging-their-careers-the-average-athlete-can-learn-from-them/2017/08/02/8964c9a0-77ab-11e7-9eac-d56bd5568db8_story.html?utm_term=.8cd36700f
Data da publicação:

Deixe seu comentário  
Comentário:

Categorias:
Arquivos: